terça-feira, 3 de agosto de 2010

PRESTAÇÃO DE CONTAS Pr. Josué Gonçalves


PRESTAÇÃO DE CONTAS

Pr. Josué Gonçalves
Hebreus 13.16,17
 Palavra introdutória.
"Ninguém tem nada a ver com a minha vida". Esta é a resposta que algumas pessoas quando são questionadas sobre um ato inconveniente praticado. Quando me propus escrever sobre "caráter e a reconstrução moral do homem", entendi que seria imprescindível abordar o tema: "prestação de contas". Não é comum você encontrar livros, artigos, mensagens sobre este assunto. A maioria das pessoas não tem o hábito de prestar contas a alguém, razão porque estamos assistindo tantos desvios, escândalos, corrupção, infidelidade conjugal etc.
          A melhor definição para "prestação de contas", é: "Ter coragem de responder com humildade e transparência as perguntas difíceis sobre seus atos". Um dos lideres espirituais que mais exerce influência no meio evangélico nos dias atuais através do seu ministério e por causa do seu caráter íntegro, chama-se Billy Graham. Conta-se que nos EUA, país onde reside, fizeram um levantamento minucioso de sua vida e não encontraram nenhuma mancha moral. Por causa disso, um jornalista escreveu uma matéria de capa na principal revista do país com o titulo: "Billy Graham, O JUSTO". Um dos segredos deste homem irrepreensível é que ele nunca aceitou exercer o seu ministério sem "prestação de contas". Em sua biografia, consta que Billy Graham  sempre teve pessoas cuidadosamente selecionadas, de confiança, leais, que falam a verdade - as quais têm liberdade de examinar, questionar, apreciar e aconselhar. 
         A prestação de contas funciona como uma barreira de proteção em torno do coração, da mente e da vida do cristão.
        
1.      Prestação de contas na Bíblia
A Bíblia é muito rica quando o assunto é sobre prestação de contas. Tanto no A.T. como no N.T. somos advertidos a viver de forma responsável diante de Deus e dos outros. Muitos ainda não se deram conta de que independência demais é perigoso em todos os sentidos. Vejamos três passagens que falam sobre prestação de contas vertical e horizontal.
1.1.            Todos nós teremos que prestar contas a Deus. "Portanto, você, por que julga seu irmão? E por que despreza seu irmão? Pois todos compareceremos diante do tribunal de Deus. Porque está escrito: 'Por mim mesmo jurei', diz o Senhor, diante de mim todo joelho se dobrará e toda língua confessará que sou Deus. Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus" (Rm 14.10-12 NVI- Grifo do autor). Ninguém consegue viver irresponsavelmente quando tem consciência de que um dia estará diante de Deus para um acerto de contas.
1.2.            É dever de cada cristão prestar conta aos lideres espirituais. "Obedeçam aos seus líderes e submetam-se à autoridade deles. Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. Obedeçam-lhes, para que o trabalho deles seja uma alegria e não um peso, pois isso não seria proveitoso para vocês" (Hb 13.17 NVI - Grifo do autor). Um dos sinais da espiritualidade sadia é a preocupação que o cristão tem de prestar constas àqueles que foram colocados por Deus como autoridade espiritual na igreja.
1.3.            Os cristãos que levam a sério sua vida diante de Deus prestam contas uns aos outros. "Portanto, confessai os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz". (Tg 5.16 - Grifo do autor). Nem um de nós é uma ilha. Se fizermos parte do Corpo de Cristo, como afirmou o apóstolo Paulo em 1 Coríntios 12.20-26, quer dizer que precisamos uns dos outros (Rm 12.9-16).

Seria importante que você reservasse um tempo para refletir sobre os textos bíblicos a seguir.
"O homem bom do seu bom tesouro tira coisas boas, e o homem mau do seu mau tesouro tira coisas más. Mas eu lhes digo que, no dia do juízo, os homens haverão de dar conta de toda palavra inútil que tiverem falado" (Mt 12.35,36 - NVI -Grifo do autor).
 "Por isso, o Reino dos céus é como um rei que desejava acertar contas com seus servos" (Mt 18.23; 25.19 - Grifo do autor).
"Mas aquele que não a conhece e pratica coisas merecedoras de castigo, receberá poucos açoites. A quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido. Mas o que não a soube, e fez coisas dignas de açoites, com poucos açoites será castigado. A qualquer que muito for dado, muito se lhe pedirá, e ao que muito se lhe confiou muito mais se lhe pedirá". (Lc 12.48 - Grifo do autor).
"... que farei quando Deus me confrontar? Que responderei quando chamado a prestar contas?" (Jó 31.14 - Grifo do autor).

2.      Quatro qualidades daqueles que prestam contas:
As pessoas que por opção própria prestam contas de seus atos aos pais, ao cônjuge, à um grupo de amigos, ao pastor-conselheiro ou ao grupo de estudo bíblico, são indivíduos que realmente querem viver de forma irrepreensível, acima de qualquer suspeita. Precisamos lembrar sempre, que o ser humano tem uma tendência natural de se descuidar quando não está sendo observado. O pastor e escritor Charles R. Swindoll, diz que as pessoas dispostas a prestar contas em geral apresentam quatro qualidades:
2.1.Vulnerabilidade - Disposição para encarar seus próprios erros e admiti-los até mesmo antes de uma confrontação. Quando há resistência a esta prática é porque a pessoa sofre de um problema chamado "excesso de autoconfiança". Esse foi o problema de Pedro, que o levou a ceder à tentação (Mt 26.31-35). É preciso ser sábio para reconhecer os próprios erros mesmo antes de ser confrontado (1 Co 11.28). Davi, após ter pecado e haver sido confrontado pelo profeta Natã disse: "Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mau diante de teus olhos, de modo que és justificado quando falas, e puro quando julgas" (Sl 51.3,4).
2.2.Vivacidade - Disposição para aprender, rapidez para ouvir, para reagir à reprovação e manter-se aberto ao aconselhamento. As pessoas param de crescer quando deixam de ouvir. É vital para o sucesso duradouro manter-se humilde e aberto para ouvir com o propósito de corrigir os erros na caminhada (Pv 15.31; 19.20). Quem não ouve ninguém por causa do seu orgulho terá problemas sérios em sua vida. A Bíblia diz: "O orgulho vem antes da destruição; o espírito altivo, antes da queda" (Pv 16.18).
2.3.Disponibilidade - É acessível, atende bem às interpelações, não se ressente das interrupções. Você aceita ser perguntado sobre os seus atos sem se exasperar? O isolamento não é uma atitude saudável para quem quer andar em integridade. É claro que não vamos permitir a intromissão e qualquer um em nossa vida, este é outro extremo. Porém, precisamos prestar contas para quem entendemos que deve saber sobre os nossos atos (Hb 13.17).
2.4.Honestidade - É fiel à verdade sem se importar o quanto possa ferir. Está pronto para admitir a verdade, inda que o confronto seja difícil e humilhante. Aborrece tudo o que é artificial ou falso. Tomemos como exemplo o profeta Daniel. Ele tinha três amigos, Mizael, Ananias e Azarias com os quais mantinha um relacionamento de confiança (Dn 2.17,18). A vida íntegra de Daniel foi protegida por esta prática imprescindível da "prestação de contas". Só os homens verdadeiramente grandes fazem isso.
         Observe que as pessoas que "prestam contas" admitem os próprios erros, estão abertas para o aconselhamento, são acessíveis e aborrecem a mentira. Os homens honestos trabalham só com a verdade (Ef 4.25). Se você se enquadra dentro deste perfil, significa que você leva a sério a "prestação de contas".



3.      Os benefícios da prestação de contas
Ninguém gosta de ter sua privacidade invadida. Como afirmei no inicio, a frase mais comum de se ouvir de algumas pessoas, é "ninguém tem nada a ver com a minha vida". Uma vida sem transparência contribui para o aumento da corrupção, infidelidade, abusos do recurso alheio etc. Principalmente quando se trata de lideres que "não prestam contas". Vejamos quais são alguns dos benefícios da prestação de contas:

3.1.       Prestar contas dificulta que cedamos à tentação de errar. Todos nós temos pontos vulneráveis ao pecado. Foi Jesus quem disse: "Vigiai e orai, para que não entreis em tentação. Na verdade o espírito está pronto, mas a carne é fraca" (Mt 26.41). A pessoa que presta contas tende a ser mais prudente e cautelosa. Lembre-se, os momentos em que ninguém está nos observando, são os de maior interesse para o diabo. Eva estava sozinha quando foi tentada pelo diabo (Gn 3). A ausência de Adão naquele momento facilitou o trabalho do tentador.
Toda pessoa que presta contas regulamente, vive de forma cautelosa. O cristão é como um soldado em serviço ou um atleta na competição, não pode se descuidar, cada passo precisa ser dado criteriosamente. O apóstolo Paulo dá a seguinte recomendação: "Nenhum soldado em serviço se embaraça com negócio desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra" (2 Tm 2.4). Quando o cristão vive com responsabilidade diante de Deus e dos homens, ele nunca brinca de se arriscar. Este foi o problema de Sansão, flertou com o pecado, brincou de se arriscar (Jz 16).

3.2.       Prestar contas evita que encubramos o pecado.
A Bíblia diz: "Portanto, confessai os vossos pecados uns aos outros, e orai uns pelos outros, para serdes curados" (Tg 5.16). Infelizmente, muitas pessoas preferem ocultar o pecado a confessá-lo. Esta atitude impede a prosperidade de Deus e coloca a pessoa debaixo da maldição do pecado.  Está escrito "O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa (presta conta) e deixa, alcançará misericórdia (Pv 28.13). Não existe outro caminho para vencermos o sentimento de culpa e o peso do pecado, a não ser a confissão; e confessar é prestar contas.
3.3.       Prestar contas é poder contar com o apoio de pessoas que agregam valor à nossa vida.
A viúva de um dos discípulos do profeta Eliseu foi honrada por Deus porque levou a sério o principio da "prestação de contas". Assim que ela perdeu o marido, ficando viúva, ela procurou o profeta Eliseu e disse: "Meu marido, teu servo, morreu, e tu sabes que o teu servo temia ao Senhor. Agora o seu credor vem levar-me os meus dois filhos para serem servos". Aqui ela está pedindo ajuda (v 1). Ao ouvir o pedido da mulher, Eliseu perguntou: "O que você tem em casa?" (v 2). Ela disse: "Uma botija de azeite". Então ele dá uma instrução. "Vai aos teus vizinhos, pede bastante vasilhas emprestas, entra na tua casa, pega aquela única vasilha com azeite que você tem e enche todas as que você conseguiu com a vizinhança" (v 4). Ela fez conforme a palavra do profeta e o milagre aconteceu. Todas as vasilhas que ela pediu emprestadas foram cheias de azeite (v 5,6).
Após ter recebido o milagre, ela teria a opção de nunca mais procurar o profeta Eliseu administrando a venda do azeite como quisesse, afinal de contas, o milagre aconteceu na casa dela. Mas no v 7 lemos: "Foi ela e fez saber ao homem de Deus, e ele disse: Vai, vende o azeite, e paga a tua dívida. Tu e teus filhos vivei do resto" (Grifo do autor). A atitude desta mulher revelou algumas das qualidades de caráter que devemos ter: 1) Humildade, pediu ajuda; 2) obediência, seguiu as instruções. 3) gratidão, voltou para contar a bênção. 4) prestação de contas, fez saber ao líder espiritual tudo o que havia acontecido. Pessoas que agem assim, sempre vão contar com os milagres de Deus em sua vida. As pessoas percebem estas qualidades em você?

4.      Conselhos práticos sobre prestação de contas.
Confiança não se compra, se constrói. Para construir confiança é necessário tempo,  transparência, lealdade, humildade, verdade e disposição para mudar sempre que necessário. O propósito desta lição é contribuir para que você levante esta barreira de proteção em torno de sua vida. Vamos considerar dois conselhos práticos que podem contribuir para algumas mudanças positivas:
4.1.       Nunca aceite viver isoladamente.
São de Platão as palavras: "Uma vida não examinada não é digna de ser vivida".
Uma vida fechada facilita a ação do maligno, tendo em vista que há em nós uma tendência natural para aquilo que é errado. "Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e incorrigível. Quem o conhecerá?" (Jr 17.9).  Lembre-se: "O cordão de três dobras não se rompe com facilidade" (Ec 4.12). Se fizermos uma pesquisa com todas as pessoas que ocupavam posição de liderança e vergonhosamente caíram, descobriremos que a causa principal do fracasso é que nenhuma delas se reunia regularmente com pessoas de confiança para prestar contas. A prestação de contas é um muro de proteção que pode nos livra da queda moral.
Tenha pessoas de confiança com as quais você se reúna regularmente para prestar contas. Os homens de Deus na Bíblia prestavam contas. José prestava contas a Potifar (Gn 39. 6). Saul prestava contas à Samuel (1 Sm 13.8-14). Davi prestava contas a Natã (2 Sm 12.13). Neemias prestava contas ao rei Artaxerxes (Ne 2.1-8). Daniel prestou contas aos reis que serviu (Dn 6.28). Jesus prestava contas ao Pai (Jo 4.34; 10.25). Os discípulos prestavam contas a Jesus (Lc 10.17). Paulo e Barnabé prestavam contas à igreja de Antioquia (At 14.26-28).
·         Você tem pessoas de confiança para as quais presta contas?
·         É comum você compartilhar suas necessidades com a liderança espiritual da igreja em que você é membro?
·         Você sempre está aberto para ser confrontado quando necessário?

---------------------------www.familiaegraca.com.br ------------------------

Nenhum comentário:

Postar um comentário

IRIS FERNANDO E KELLY DE OLIVEIRA

IRIS FERNANDO E KELLY DE OLIVEIRA
DEUS ME DISSE: FILHO QUAL SERÁ SUA ESPOSA? EU DISSE ELA SENHOR!!! DEUS ME DISSE: FILHO AQUI ESTÁ UM PEDRA PRECIOSA CUIDE DELA COM A SUA VIDA!!!! EU DISSE OBRIGADO JESUS.

IRIS FERNANDO E KELLY DE OLIVEIRA

IRIS FERNANDO E KELLY DE OLIVEIRA
VIAGEM PARA FOZ DO IGUAÇU UMA PARADINHA NO CASTELINHO

Iris Fernando Kelly e Julia Acsa

Iris Fernando Kelly e Julia Acsa
Familia Oliveira

Ministro Iris Fernando


Posse na Igreja Assembleia de Deus Vila Caroline

Posse na Igreja Assembleia de Deus Vila Caroline
Eu e minha esposa recebendo oração do pastor presidente tomando posse da nossa 1º congregação onde somos os dirigentes, obrigado Senhor Jesus pela sua bondade para com nossas vidas.

Pregando em nossa congregação Vila Caroline

Pregando em nossa congregação Vila Caroline
Igreja que o Senhor nos confiou nossa primeira igreja Deus tem nos abençoado e estamos aprendendo muito a cada dia. Deus é Fiel.